Seu navegador tentou rodar um script com erro ou não há suporte para script cliente.

Bem-Vindo

16 de Julho de 2019

Início do conteúdo
Topo do site, versão de impressão (Exemplo)
Página inicial > Comunicação > Notícias > Jogar lixo nas estradas pode causar graves acidentes
Publicação: 03/07/2019 às 14:01

Jogar lixo nas estradas pode causar graves acidentes

Resíduos em acostamento ERS-784 km 1 Cidreira - Foto: EGR/Divulgação
Resíduos em acostamento ERS-784 km 1 Cidreira - Foto: EGR/Divulgação

Com o fim do mês de junho, em que ocorrem muitas reflexões a respeito da consciência ambiental, devido ao Dia Mundial do Meio Ambiente, no dia 5, é importante manter este assunto em pauta, para que as atitudes sejam conscientes de fato durante todo o ano. Um sério problema nas estradas está relacionado ao lixo descartado irregularmente pelos usuários e moradores do entorno. Quem passa rapidamente pode nem perceber, mas todos os dias se espalham toneladas de garrafas, latinhas, cigarros, sacos plásticos, calçados, roupas e até móveis e eletrodomésticos, causando poluição, acidentes, doenças e muito trabalho para se recolher tanto material espalhado.

Jogar lixo nas rodovias é uma ameaça à vida em vários sentidos. “Quando se arremessa algo de um veículo em movimento, o peso do objeto é multiplicado por duas ou três vezes e pode atingir um para-brisa, lataria de carro ou uma pessoa com extrema violência, ocasionando gravíssimos ferimentos”, destaca o engenheiro ambiental da EGR, Rafael Schmitz. Para quem tem o hábito de atirar bituca de cigarro pela janela fica o alerta de que, mesmo tão pequena, ela pode causar tragédias ao desencadear incêndios nas margens das rodovias, cuja fumaça atrapalha a visibilidade dos motoristas. Restos de alimentos servem de atrativos a animais domésticos e silvestres, aumentando o risco de serem atropelados ou mortos por sufocamento pela ingestão de objetos plásticos. 

Os resíduos também prejudicam o sistema de escoamento da chuva, resultando no entupimento de bueiros e acúmulo de água nas pistas e nos acostamentos. As margens das rodovias podem virar um ambiente ideal para a proliferação de vetores de várias doenças e de larvas do Aedes aegypti, o mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Ter um pequeno reservatório de lixo no próprio veículo e descartar adequadamente os resíduos é uma forma simples, educada e respeitosa de cuidar do meio ambiente e da vida. É importante estar atento: lixo não suja só as rodovias, pode sujar a carteira de habilitação também. Despejar resíduos em vias públicas é uma infração pelo Código Brasileiro de Trânsito Brasileiro que, além de multa, resulta na perda de quatro pontos pelo motorista.

Confira o tempo aproximado de decomposição de resíduos*:

Pontas de cigarro: 2 anos

Garrafas de plástico: mais de 500 anos

Copinhos de plástico: de 200 a 450 anos

Tampinhas de garrafa: de 100 a 500 anos

Pneus: indeterminado

Chiclete: 5 anos

Latas de alumínio: de 100 a 500 anos

Jornais: de 2 a 6 semanas

Embalagens de papel: de 1 a 4 meses

Guardanapos de papel: 3 meses

Cascas de frutas: 3 meses

Pano: de 6 a 12 meses

Palito de fósforo: 2 anos

Madeira pintada : 13 anos

Nylon: de 30 a 40 anos

Endereço da página:
Copiar
EGR - EMPRESA GAÚCHA DE RODOVIAS S/A
Endereço: Av. Borges de Medeiros, 261 - 3º andar - Edifício União
Fone: Telefones
Porto Alegre - RS