Seu navegador tentou rodar um script com erro ou não há suporte para script cliente.

Bem-Vindo

15 de Outubro de 2021

Início do conteúdo
Topo do site, versão de impressão (Exemplo)
Página inicial > Comunicação > Notícias > EGR reúne especialistas em fauna para discutir remoção de carcaças de animais em rodovias
Publicação: 02/08/2021 às 11:12

EGR reúne especialistas em fauna para discutir remoção de carcaças de animais em rodovias

Remocao e destinacao de carcaca da fauna - Foto: Divulgação/EGR
Remocao e destinacao de carcaca da fauna - Foto: Divulgação/EGR

Desde 2019, como parte dos programas ambientais demandados pelas licenças de operação das rodovias sob administração da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), estão sendo documentadas as carcaças de animais removidos da malha viária. A partir desta experiência, o workshop virtual “Remoção e Destinação de Carcaças da Fauna em Rodovias do Rio Grande do Sul” reuniu especialistas, no último dia 20, para elaborar um documento técnico, no qual a Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luís Roessler (Fepam) possa ser subsidiada a orientar as operadoras rodoviárias quanto à retirada de fauna morta das vias, com maiores benefícios ambientais e segurança para o trânsito.

O evento multisetorial e multidisciplinar contou com mais de 50 participantes, representando instituições, como: Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama); Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb); Instituto de Conservação de Animais Silvestres (Icas); Comissão Animais Silvestres do Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV-RS); Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer-RS); UniRitter; além de diversas concessionárias de rodovias e a própria Fepam, contribuindo com a realidade ambiental do Rio Grande do Sul.

Durante as quatro horas de encontro, o grupo teve a oportunidade de debater boa parte dos subsídios à diretriz técnica, trocar experiências, conhecer a vivência da Cetesb nas rodovias de São Paulo e o trabalho realizado pela EGR dentro do Programa de Proteção e Monitoramento de Fauna, integrante do Projeto Básico de Gestão Ambiental (PBA), que é conduzido pela STE – Serviços Técnicos de Engenharia em parceria com o Núcleo de Ecologia de Rodovias e Ferrovias (Nerf) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs). “Foi destacado o caráter inovador e eficiente da metodologia que desenvolvemos, em relação ao tratamento dos dados coletados e à proposição de medidas”, destaca o engenheiro ambiental da EGR Rafael Schmitz.

Em aproximadamente 30 dias, haverá uma nova reunião para discutir os tópicos abertos e consolidar consensualmente o documento. “Dialogar e desenvolver ações do Programa, envolvendo múltiplos atores de experiências e percepções distintas, agrega mais compreensão ao tema, amadurece o processo e traz resultados qualitativos”, acrescenta Schmitz.

Endereço da página:
Copiar
EGR - EMPRESA GAÚCHA DE RODOVIAS S/A
Endereço: Av. Borges de Medeiros, 1555 - 11º andar
Fone: Telefones
Porto Alegre - RS